Para ler mais...
Alguns produtos disponíveis no mercado
Algumas matérias-primas relacionadas
Colaboraram

 

“Intimidade é fato, não dá pra fingir”
Trecho de “Intimidade”, música de Zélia Duncan e Christiaan Oyens      

 

 

Quando o Cosmetoguia me sugeriu a pauta da presente matéria – higiene íntima – a primeira coisa que me veio à cabeça foi nossa atual situação pandêmica. Nesses tempos de tantas limitações, inseguranças e medos, olhar para nosso íntimo mostrou-se o caminho mais seguro em direção à sanidade...não é mesmo? E a higiene íntima, seja ela de ordem mental, emocional ou física, é um natural desdobramento do exercício diário de autointimidade.

Abordamos alguns aspectos da delicada higiene que nosso corpo necessita e merece. No afã de obter informações básicas sobre o tema, conversei com Wladimir Queiroz, médico infectologista do Instituto de Infectologia Emílio Ribas.

Primeiro é importante frisar que todos, mulheres e homens, precisam ter seus genitais muito bem lavados com sabonete, ao menos uma vez ao dia, e isso inclui fazer, com esmero, a assepsia das partes menos visíveis. No caso dos homens, para os que não fizeram a cirurgia de postectomia, o cuidado maior é com o prepúcio, pele retrátil que encobre a cabeça do pênis, que pode acumular secreções e detritos. Uma outra dica importante é higienizar o pênis depois das relações sexuais. No caso de uso do preservativo, retirar toda a substância lubrificante que acompanha o látex, mas se a relação prescindiu de preservativo é importante remover as secreções que podem ter se acumulado durante o ato.

Na genitália feminina a atenção pode se concentrar entre os grandes e os pequenos lábios e entre estes e o clitóris. Queiroz adverte que a higiene deve ser feita na vulva, parte externa do genital feminino e não na vagina, que é o canal que conduz ao útero. É comum as mulheres fazerem duchas ou lavarem o canal interno com substâncias tensoativas, o que pode alterar a flora natural da vagina e desequilibrar o nível de acidez adequado à sua proteção, acarretando o crescimento de protozoários e fungos, que podem causar corrimento. Absorventes diários também não são recomendados - o mais adequado é usá-los por, no máximo, quatro horas - assim como calcinhas não arejadas e de tecidos sintéticos.

Segundo Gabriela Guerra de Alvarenga Andrade, pós-graduada em Cosmetologia e Coordenadora de Qualidade da Paresí Nature, a própria anatomia da região íntima feminina, com uma maior proximidade entre a região vaginal e anal, já contribui para o aumento do risco de infecções ginecológicas. “O desequilíbrio da flora bacteriana da vagina ocorre devido aos fatores hormonais, número de parceiros, uso de contraceptivos orais, uso de antibióticos, IST (infecções sexualmente transmissíveis), diabetes, uso de preservativos, fumo e maus hábitos de higiene. Outro fator que contribui para o aumento do risco de infecções é a oclusão pelo uso de roupas justas, uso de produtos de higiene com pH inadequado e com alta perfumação, além da própria menstruação que altera o equilíbrio da região e agride a barreira da pele, ocasionando aumento do risco de infecções bacterianas e fúngicas, dermatites e alergias. Também contribui para o aumento das infecções ginecológicas o dia a dia atribulado e a impossibilidade de uma higiene adequada fora de casa”, argumenta.

Se a intimidade com as dobras do nosso corpo inclui o acompanhamento visual – o bendito espelho agindo em todas as direções – seu caráter estético é cada vez mais relevante. A chamada estética íntima tem crescido nos últimos anos, incluindo um público, predominantemente feminino, cada vez mais jovem, emancipado e bem informado. De acordo com Joeille Mendonça, pós-graduada em Ciência e Tecnologia de Cosméticos e responsável técnica da Indústria de Cosméticos Adélia Mendonça, muitas mulheres e homens com histórico de insatisfação com sua região íntima refletem essa inadequação na qualidade da vida sexual. “Os tratamentos de estética íntima visam melhorar a aparência e a funcionalidade da área genital, através do estímulo da produção de colágeno e elastina, melhora da textura epidérmica, clareamento global da região inguinal/vulvar e perianal, proporcionando uma pele mais hidratada, homogênea, clara e suave ao toque”.  Para os homens e mulheres, além da região genital e perianal, a estética íntima abrange a axila, a parte interna das coxas e os joelhos. Mendonça ainda atenta para o crescimento de profissionais capacitados, uma vez que muitos que trabalham com estética facial e corporal crescentemente se interessam e se especializam em estética íntima.

Meus caros, enquanto o mundo se movimenta, vamos cuidar do nosso universo interno, com todas as suas complexidades, texturas, umidades e mistérios!

Até breve!

 

Para ler mais...

Higiene Íntima 
Cosméticos Eróticos
 Avaliação Microbiológica e Físico-Química de Sabonete Líquido Íntimo
 Atividade Antimicrobiana de Óleo de Eucalipto e de Melaleuca em Sabonete Íntimo

 

 

Alguns produtos disponíveis no mercado

 

Adélia Mendonça
folioff.jpg

 

Folioff – Loção indicada para o tratamento da foliculite, pelos encravados, irritação pós depilatória, eletrólise ou eletroterapias epilatórias/depilatórias com inflamação localizada em pelos faciais, corporais, íntimos, axilares. Promove o clareamento da pele que foi escurecida pela irritação e auxilia na prevenção do fotoenvelhecimento e dos fotodanos epiteliais. Indicado para todos os biotipos de pele.  Com mais de 8 ativos concentrados que atuam como agentes promotores de limpeza profunda, desobstruindo os óstios pilo-sebáceos, controlando a oleosidade excessiva, acelerando a renovação celular e promovendo um clareamento profundo das áreas afetadas, aumentando também a permeabilidade cutânea por meio de um suave peeling diário, Folioff ainda auxilia na suavidade e melhora da textura da pele tratada e na prevenção de novos processos de inflamação folicular.

 

 

intimate.png

 

 

Intimate Repair Day, Adélia Mendonça – Sérum clareador e rejuvenescedor íntimo para o uso diurno. Seu blend de ativos antioxidantes, umectantes e de ativação da regeneração celular promove uma remodelação das células epiteliais para melhor aspecto dos lábios vulvares e de toda a extensão perianal/perineal. Com vitaminas e dermoativos nanossômicos essências para o desenvolvimento e manutenção do tecido epitelial, promovem um incremento na elasticidade genital, com hidratação potencializada pela presença do acido hialurônico e niacinamida. A eficácia de hidratação da pele foi comprovada por experimentos que demonstraram aumento de lipídeos como ácidos graxos e ceramidas, enquanto sua ação reduziu a perda de água transepidérmica. Essa alteração preservou constituintes fundamentais para manter a integridade da barreira da camada córnea que está intimamente ligada manutenção da maciez e sedosidade da pele. Este produto promove o gerenciamento da beleza intima de homens e mulheres e seu uso pode ainda ser estendido para axilas, joelhos, cotovelos e interno de coxas.

 

 

prebio.png

 

Prebio Skinbiotic Essence, Adélia Mendonça  – Apresenta em sua composição uma associação de água termal oriunda dos atóis da polinésia francesa e ativos essenciais com atuação nanovetorizada nas disfunções pigmentares das áreas perineal, perianal e de face interna das coxas/virilha e ação prebiótica e simbiótica. O produto contém uma significativa pluriatividade enzimática devido à forte ação antioxidante e regeneradora gerada por seus complexos ortomoleculares, conferindo altíssima proteção citológica para os constituintes epidérmicos da região íntima do homem e da mulher. Possui os ativos prebióticos dentro de uma específica matriz 3D, promovendo uma ação fortalecedora ao microbioma saudável da flora genital unissex, prevenindo desequilíbrios correlacionados aos microrganismos invasivos ao ecossistema da pele humana nesta região sensível e delicada.

 

 

 

 

paresí.jpg

 

 

Paresí

Sabonete Íntimo Nature – Foi desenvolvido especialmente para a limpeza delicada e o cuidado da região íntima feminina. Contém prebióticos, reconhecidos por suas propriedades de auxiliar a manter as defesas naturais da região íntima, além de ácido lático, que regula o pH fisiológico. Sua formulação possui fragrância delicada com notas florais de jasmim. Produto dermatologicamente testado.

Por serem suaves, evitam a remoção exagerada da gordura da pele, que é protetora, e evitam a desidratação. Em outras palavras, esse tipo de sabonete é conhecido por ajudar a manter a região da vagina saudável, além de proporcionar uma maior sensação de bem-estar.

A Paresí Nature é uma marca 100% brasileira e que carrega em seu DNA a preocupação com a natureza e o respeito aos animais, contando com produtos 100% veganos e não testados em animais.

 

 

Algumas matérias-primas relacionadas

 ALPHA-ARBUTIN
 ALPHA-GLUCAN OLIGOSACCHARIDE
 FERULIC ACID
 HEXYLRESORCINOL
 LACTIC ACID
 NIACINAMIDE
 SODIUM ASCORBYL PHOSPHATE
 SODIUM HYALURONATE

 

 

Colaboraram

 

Gabriela.jpg

 

Gabriela Guerra de Alvarenga Andrade 
Farmacêutica formada em 2010 pelo Centro Universitário Newton Paiva e pós-graduada em Cosmetologia em Faculdades Oswaldo Cruz. Na área cosmética desde a conclusão da graduação, tem atuado em diferentes empresas e nas mais diversas áreas da indústria da beleza. Atualmente  atua como Coordenadora de Qualidade na empresa Paresí Nature, localizada em Lagoa da Prata/MG.

 

 

joielle.jpg

 

Joielle Mendonça
Formada em Farmácia Industrial pelo Centro Universitário Newton Paiva e pós-graduada em Ciência e Tecnologia de Cosméticos. Especialista em Cosmiatria Científica e em Pesquisa e Desenvolvimento de Dermocorretivos. É responsável técnica da Indústria de Cosméticos Adélia Mendonça. Palestrante e ministrante de cursos, workshops, seminários e congressos científicos.

 

 

wladimir.jpg

 

Wladimir Queiroz
Médico infectologista do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, professor de Infectologia da Faculdade de Ciências Médicas de Santos e consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia.